Ataque em Berlim deixa 12 mortos e cerca de 50 feridos

20/12/2016

Primeira Mão Notícias - foto divulgação

 

 

 

 

 

Jornal alemão informou que motorista era paquistanês

Um caminhão avançou sobre uma multidão que estava numa feira de Natal em Berlim, na noite desta segunda-feira (19). De acordo com o último balanço da polícia local, 12 pessoas morreram e 48 ficaram feridas, e parte delas apresenta um quadro de saúde em estado crítico.

Segundo o G1, ainda não é claro o motivo do caminhão ter invadido a área da feira, na praça Breitscheid. O ministro alemão do Interior Thomas de Maizière não quer criar especulações, mas afirmou que muitos elementos apontam para um atentado. 

Um dos suspeitos de ser o motorista do caminhão foi preso. Um polonês, passageiro do veículo, morreu no local. A polícia suspeita que o caminhão tenha sido roubado na Polônia, em uma área de construção.

Embora a polícia não tenha informado a nacionalidade do motorista, o jornal alemão “Welt” noticiou que o autor do ataque era paquistanês.

 Caminhoneiro está desaparecido

"Não temos contato com ele desde esta tarde. Não sei o que acontece. É meu primo, o conheço desde criança", declarou Ariel Zurawski, o proprietário da empresa a qual pertence o caminhão.

O gerente da empresa, Lukasz Wasik, disse que eles perderam o contato com o caminhoneiro, de 37 anos, às 15h locais. O motorista deveria transportar a carga de produtos metalúrgicos da Itália para Berlim. "Não sabemos o que aconteceu, se foi sequestrado, se está morto, não sabemos de nada. Estamos muito preocupado com ele", contou.

2017 - Todos os direitos reservados
PRIMEIRAMAONOTICIAS.COM.BR