PF investiga se dinheiro do 'bunker de Geddel' veio da OAS

28/09/2017

Primeira Mão Notícias - foto divulgação

 

 

 

 

 

 

Alguns dos maços encontrados no apartamento de Salvador estavam em uma mala com o logotipo da construtora

Parte dos R$ 51 milhões apreendidos em um apartamento de Salvador atribuído ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) pode ter vindo da OAS. A suspeita, em investigação por parte da Polícia Federal, deve-se ao fato de que alguns dos maços estavam guardados em uma mala com o logotipo da construtura.

De acordo com relatório da PF divulgado pela Folha de S. Paulo, o PMDB recebeu R$ 58,1 milhões da OAS em doações oficiais em 2010, 2012 e 2014.

Também em 2014, a Polícia Federal encontrou em um celular conversas entre Geddel e Léo Pinheiro, um dos sócios da OAS, nas quais tratam de doações ao partido, concessões de aeroportos, liberação de recursos da Caixa, entre outros assuntos.

2017 - Todos os direitos reservados
PRIMEIRAMAONOTICIAS.COM.BR