Ministros do STF não entram em acordo sobre aplicação da Ficha Limpa

07/10/2017

Primeira Mão Notícias - foto divulgação

 

 

 

 

 

 

Alguns estão indignados com a modulação da decisão da Corte

Apesar da maior parte dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) ser favorável à aplicação retroativa da Lei da Ficha Limpa, a decisão causou um racha na Corte. Até o ministro Celso de Mello, conhecido pela moderação, disse estar "perplexo" com a situação e classificou o resultado como o mais vergonhoso da história do Supremo.

Como apurado pela coluna "Painel" da "Folha de S. Paulo", para Celso de Mello, tese vencedora não se modula, ao contrário do que defendem alguns colegas. “Que lidem com isso”, disse ele a fontes.

Para os que são contra a decisão, como os ministros Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes, o Congresso deveria formular uma lei complementar sobre a aplicação da Ficha Limpa a partir da publicação da norma, em 2010.

Segundo o ministro Ricardo Lewandowski, a aplicação a casos anteriores a 2010 pode provocar a cassação do mandato de centenas de vereadores, pelo menos 20 prefeitos, além de deputados estaduais e federais.

2017 - Todos os direitos reservados
PRIMEIRAMAONOTICIAS.COM.BR