Tite fala em 'gratidão' e evita rebater críticas de Felipão

22/12/2017

Primeira Mão Notícias - foto divulgação

 

 

 

 

 

 

"Por gratidão, não falarei sobre esse assunto. Ele sabe. Nós sabemos o que aconteceu", afirmou Tite

técnico Tite evitou rebater as declarações que Luiz Felipe Scolari deu à ESPN Brasil nesta semana.Em entrevista em Mangaratiba nesta quinta-feira (21), o treinador da seleção brasileira se recusou a falarda relação com o colega de profissão, com quem tem desavenças desde 2010.

"Por gratidão, não falarei sobre esse assunto. Ele sabe. Nós sabemos o que aconteceu", afirmou Tite.

Durante participação no programa "Bola da Vez", da ESPN Brasil, que foi ao ar na última terça-feira (19), Felipão reclamou do que considera falta de gratidão de Tite.

"Você acha isso correto de quem tu conhece há 30 anos, de quem te abriu todas as portas? Quem te deu a oportunidade de ser jogador do Caxias, de começar na carreira e arranjar lugares fora do Brasil para trabalhar? Essa é a gratidão?", questionou Felipão.

Ele contou ainda que foi ignorado por Tite quando tentou ter uma conversa pessoalmente com ele. "Por que eu tenho que atender se quando eu solicitei (uma conversa) eu não fui atendido? Nem ouviu o porquê daquilo. Então tá bom!", disse Felipão.

Os dois se conhecem desde a década de 1970. Foi Felipão quem indicou a Tite para que tentasse a carreira de jogador de futebol no Caxias, no Rio Grande do Sul. Atuaram juntos no clube e mantinham relação cordial até 2010.

O Corinthians de Tite disputava o título com o Fluminense, rival do Palmeiras de Felipão na penúltima rodada, no dia 28 de novembro daquele ano, um domingo.

"Eu nem sei se tem jogo no domingo. Vai ter jogo no domingo? Se tiver, quando eu chegar eu respondo", afirmou Scolari na véspera da partida.

O Palmeiras perdeu de virada por 2 a 1. Felipão repreendeu a atitude de torcedores que pediram para o time entregar o jogo.

"Jamais vamos fazer uma sacanagem, independentemente de quem vamos ajudar ou prejudicar", disse após o jogo.

Tite desconfiou do colega, que ficou irritado com isso.

Em fevereiro de 2011, os dois se enfrentaram no Campeonato Paulista. O jogo foi após a eliminação do Corinthians para o Tolima, na Libertadores. Antes do clássico, Felipão deu uma declaração sobre a situação de Tite, que era pressionado por torcedores e dirigentes.

"Se tivesse que dizer que ganhando o Palmeiras sairia o Tite, eu gostaria de perder o jogo. Acho um absurdo isso. Não é só o treinador o culpado. Não vejo porquê isso iria me estimular mais, ainda mais sendo ele", afirmou Scolari.

Tite não gostou da afirmação. Viu ironia ao invés de apoio das palavras.

Cinco meses depois, veio o famoso grito "fala muito" de Tite para Felipão no clássico Corinthians e Palmeiras, em 2011. (Folhapress)

2018 - Todos os direitos reservados
PRIMEIRAMAONOTICIAS.COM.BR