Brasileiros pagam quase três vezes mais pela gasolina

24/02/2018

Primeira Mão Notícias - foto divulgação

 

 

 

 

 

 

Enquanto o combustível sai da refinaria por R$ 1,55, o produto é revendido em média por R$ 4,27

petróleo sai da refinaria por R$ 1,55. Mesmo assim, moradores do Distrito Federal encontram o combustível pelo valor médio de R$ 4,27 nos postos. Isso significa que os consumidores finais enchem o tanque por um preço quase três vezes maior.

A Petrobrás tornou estas informações públicas desde o dia 19 de fevereiro. O site da estatal também revela todos os insumos usados na fabricação da gasolina. De acordo com o site 'Metrópoles', as cifras assustadoras decorrem sobretudo do valor dos impostos.

Segundo os dados analisados pela reportagem, aproximadamente 45% do valor final da gasolina são referentes a encargos, sendo 29% deles estaduais.

O consumidor também arca com 27% em realização da Petrobras (ou seja, o valor definido pela petroleira, sem impostos ou tributação); 15% em distribuição e revenda; e 13% do etanol anidro.

De acordo com o professor de economia da UnB e economista-chefe do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Vítor Gomes, a existência de apenas um produtor do combustível no país é um "problema grave".

“Não há concorrência, e ela coloca o preço que quiser. Além disso, o posto estabelece a margem de lucro dele. Isso somado aos impostos estaduais e federais”, explica.

2018 - Todos os direitos reservados
PRIMEIRAMAONOTICIAS.COM.BR