STF aceita denúncia e Mario Negromonte se torna réu na Operação Lava Jato

06/03/2018

Primeira Mão Notícias/Bahia Notícias - foto divulgação

 

 

 

 

 


A Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) acatou nesta terça-feira (6) a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o ex-deputado Mário Negromonte (PP-BA) pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. O caso também inclui outros três políticos do partido: os deputados José Otávio Germano (RS) e Luiz Fernando Faria (MG), além do ex-deputado João Pizzolatti (SC). Com a decisão, eles se tornam réus na Operação Lava Jato. Na mesma sessão, a Segunda Turma rejeitou a denúncia contra os deputados Arthur Lira (AL), Roberto Britto (BA) e Mário Negromonte Júnior (BA), todos também do PP. A denúncia da PGR foi apresentada em março de 2016 e aponta que os políticos teriam recebido propina por meio de contratos firmados entre empreiteiras e a Direitoria de Abastecimento da Petrobras entre 2006 e 2014.

2018 - Todos os direitos reservados
PRIMEIRAMAONOTICIAS.COM.BR