Ministro libera porte de arma para guardas municipais de todo o país

29/06/2018

Primeira Mão Notícias - foto divulgação

 

 

 

 

 

 

Alexandre de Moraes suspendeu parte do Estatuto do Desarmamento

porte de arma a guardas municipais de todo o país foi liberado por decisão liminar pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). Embora a decisão ainda precise passar pelo plenário do STF, a medida já é válida.

O ministro suspendeu parte do Estatuto do Desarmamento a pedido do Diretório Nacional do Democratas. O texto só permitia o porte de armas a guardas municipais de capitais e de municípios com mais de 500 mil habitantes. Em cidades com população entre 50 mil e 500 mil habitantes, o uso de armas era limitado ao serviço. 

Com a decisão de Moraes, os profissionais têm direito ao uso da arma independentemente do tamanho da cidade. 

Segundo o jornal 'O Globo, Moraes defende que o critério do tamanho do município não é diretamente relacionado ao índice de criminalidade. 

"As variações demográficas não levam automaticamente ao aumento ou à diminuição do número de ocorrências policiais ou dos índices de violência, estes sim relevantes para aferir a necessidade de emprego de armas ou outros equipamentos de combate à criminalidade", disse.

2018 - Todos os direitos reservados
PRIMEIRAMAONOTICIAS.COM.BR