O descaso prevaleceu! Morre aos 52 anos, “Paulão Mecânico”, depois de 15 dias esperando por vaga de UTI | Primeira Mão Notícias

O descaso prevaleceu! Morre aos 52 anos, “Paulão Mecânico”, depois de 15 dias esperando por vaga de UTI


25/08/2020 11:48:36

Primeira Mão Notícias - com imagens e texto www.pa4.com.br

Paulo Rujaney Falcão dos Santos, popular “Paulão Mecânico”, 52 anos, acaba de falecer no Hospital Regional de Juazeiro, Bahia. Foram cerca de 15 dias de sofrimento para o paciente, e angústia, revolta e desespero para a família. A informação foi confirmada ao sitepa4 pelo ex-vereador Daniel Luiz que acabou de entrar em contato com o filho, Filipe Falcão.

Paulão deu entrada no início do mês na emergência do Hospital Nair Alves de Souza com aparente quadro de AVC hemorrágico aguardando durante todo esse tempo uma vaga em um leito de UTI, como confirmou no último final de semana, o filho Filipe Falcão em uma postagem nas redes sociais:

 

“Meu pai encontra-se na sala de reanimação do Hospital Nair Alves de Souza em Paulo Afonso – BA por aproximadamente 15 dias aguardando uma vaga de UTI, pois o mesmo encontra-se acometido segundo Médicos e Enfermeiros por um AVC hemorrágico.”

No último domingo, após o apelo do filho, o paciente foi removido para o Hospital Regional de Juazeiro (BA). Filipe agradeceu: “Com muita luta, a primeira etapa foi vencida, meu pai foi transferido e já está a caminho de um dos hospitais referência em Juazeiro. Agradeço primeiramente a Deus por ter nos dado força e conduzido tudo por meio de sua maravilhosa providência, que sempre coopera para o bem daqueles que estão em Sua Aliança. Agradeço de coração à todos os amigos de meu pai que lutaram junto comigo desde o momento que souberam que ele estava internado no HNAS para conseguir essa transferência.”

Porém, para revolta dos familiares, mais de 24h depois Paulão continuava à espera da UTI. O filho, mais uma vez usou as redes sociais para desabafar:

ABSURDO!

Meu pai saiu na data de ontem do Hospital Nair Alves de Souza em Paulo Afonso – BA com destino ao Hospital Regional de Juazeiro – BA diretamente para uma UTI regulado pela Central de Regulação – CER.

Contudo, na manhã desta segunda-feira (24/07) ligo para o Hospital Regional para receber notícias do meu pai, e recebo a informação diretamente da assistência social do Hospital que meu pai se encontrava na ALA AMARELA e que não havia nenhuma vaga de UTI no local para meu pai, ou seja, a vaga de UTI não era verdade.

Nós familiares e amigos do meu pai estamos completamente indignados com esse completo absurdo.

Meu pai precisa de um hospital com uma UTI disponível que trate de sua condição atual – AVC HEMORRÁGICO.

Hospitais como Roberto Santos em Salvador, Hospital de Traumatologia de Petrolina, entre outros, são hospitais que tem estrutura para o problema de Paulão, meu pai, se não for possível um hospital público, solicito que Município de Paulo Afonso arque com todo tratamento em algum hospital particular especializado, a prefeitura tem total condição disto.

A espera será até meu pai falecer? Lamentável.

 

© Primeira Mão Notícias - 2019 Todos os direitos reservados