Forró é reconhecido por lei como manifestação da cultura brasileira

O ritmo tradicional da região Nordeste agora é reconhecido, por lei, como manifestação da cultura brasileira

Primeira Mão Notícias

Comemorado no mês de dezembro, em homenagem ao mestre do gênero, a história do forró ganhou uma nova página. O ritmo tradicional da região Nordeste agora é reconhecido, por lei, como manifestação da cultura brasileira.

De autoria do deputado federal Zé Neto, do PT, a matéria leva em conta que o forró deu voz e visibilidade ao povo nordestino e passou a fazer parte da cultura nacional.

Fruto da mistura de ritmos já tradicionais – baião, xaxado e xote – o ritmo forró ganhou a graça dos quatro cantos do Brasil, na voz e no acordeon de Luiz Gonzaga.

O forró é comemorado no dia 13 de dezembro, justamente em referência ao aniversário do pernambucano Gonzagão. Ao lado e depois dele, vieram outros grandes nomes do forró: Genival Lacerda, Dominguinhos, Sivuca, Jackson do Pandeiro, Marinês, Gilberto Gil, Alceu Valença, Elba Ramalho…e muitos outros que tiveram influência ou deram novas roupagens ao gênero.

E o ritmo se reinventa até hoje, sem perder a essência dos principais ingredientes: triângulo, zambumba e acordeon.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.